Foto: Pete Oxford

Dr. Rachel Graham

Fundadora e Diretora Executiva

Fascinada com o mar desde sempre, tendo crescido na Tunísia, Rachel Graham foi atraída para os campos de pesquisa, meio ambiente e desenvolvimento na América Latina, África e Micronésia.

Nos últimos 30 anos, ela trabalhou com o setor privado e instituições como as Nações Unidas, a Universidade de York, a Smithsonian Institution e a Wildlife Conservation Society.
Por mais de duas décadas, Rachel viveu em Belize e trabalhou com pescadores e parceiros em vários países para identificar ameaças, necessidades de pesquisa e oportunidades de conservação para animais selvagens marinhos ameaçados e seus habitats críticos. Como parte deste trabalho, Rachel tem catalisado uma gama de ações de pesquisa e conservação de megafauna em todo o mundo e é um membro ativo do Grupo de Especialistas em Tubarão da IUCN e ajudou a fundar vários Comitês Consultivos do Tibete Nacional de forma a facilitar a partilha de informações, bem como a reforma da gestão e das políticas para elasmobrânquios.

Em 2011, ela ganhou o Whitley Fund for Nature Gold Award pelo seu trabalho com tubarões e comunidades.

Em 2014, Rachel fundou a ONG internacional MarAlliance com o intuito de promover uma base científica impactante e inclusiva e a conservação da fauna marinha.

Rachel é licenciada em Zoologia pela Oxford, possui mestrado de Edimburgo e um doutoramento na Universidade de York, no Reino Unido. Ela está muito orgulhosa dos seus dois filhos que equilibram o seu amor pela pesca com o seu desejo de serem cientistas marinhos e conservacionistas.


Foto: Pete Oxford

Ivy Baremore, MSc

Coordenadora Técnica

Ivy Baremore formou-se na Universidade Estadual da Flórida em 2001 com um Bacharel em Ciências Biológicas.

Ela trabalhou como técnica biológica para o Serviço Nacional de Pescas Marinhas (NMFS), Laboratório da Cidade do Panamá, durante 3 anos, onde também foi chefe do grupo de campo de pequenas embarcações para a pesquisa no golfo do Mexico Shark Pupping e Nursery.

Após o mestrado em Ciências Pesqueiras e Aquáticas pela Universidade da Flórida com uma tese sobre a ecologia alimentar dos tubarões-anjos do Atlântico, em 2006, a Ivy começou a trabalhar no NMFS na Cidade do Panamá, na Flórida, como coordenadora de observação da pesca e depois biologia pesqueira. A sua pesquisa centrou-se em aterros comerciais e recreativos e na vida biológica de espécies de tubarões em apoio à avaliação da sua abundância.

Ela mudou-se para Belize em 2013 e passou para o papel de coordenadora técnica com a MarAlliance, onde ela ajuda a coordenar e implementar pesquisas e análises de dados. Ao trabalhar numa série de projetos, a Ivy também lidera o projeto de tubarões de profundidade e pescarias na região da Mesoamérica.



Foto: Pete Oxford

Hilmar Salazar

Pescador, Coordenador comunitário e de Campo, Belize

Hilmar Salazar é pescador comercial há 20 anos e vive em Sarteneja, Belize.
Além de seu trabalho como pescador, ele tem sido voluntario em várias organizações ambientais, incluindo World Wildlife Fund, Wildtracks, e a Aliança Sarteneja para Conservação e Desenvolvimento.

Como coordenador de campo comunitário, o trabalho de Hilmar ajuda a promover o apoio popular para a grande fauna marinha em múltiplos setores. Hilmar é responsável por organizar e liderar iniciativas de treino para líderes comunitários, estudantes e pescadores. Ele treina os pescadores em métodos de monitorização padronizados para a grande fauna marinha dentro e fora da equipa da MarAlliance, em todos os países do Recife da Mesoamérica.

Hilmar é muito apaixonado pelo seu trabalho com tubarões e espera garantir um futuro promissor para seu filho de 14 anos.


Thomas Meyer

Coordenador Financeiro e da Logística

Thomas ingressou na MarAlliance com mais de 20 anos de experiência em negócios e investigação. Estudou negócios internacionais no Seneca College em Toronto, Canadá, e tornou-se gerente de distrito para uma grande franquia nacional ecologicamente consciente. Thomas supervisionou operações e comunicações e dirigiu mais de 100 funcionários em toda a cidade de Toronto.

Sempre teve uma forte paixão pelas ONGs e foi sempre fascinado com o oceano e a vida marinha. Durante o seu tempo livre, ele foi voluntário em organizações de resgate de animais, como Save Our Scruff, e participou de programas de terapia K-9 direcionados para crianças adoentadas e doentes terminais. Crescer e viver na região dos Grandes Lagos da América do Norte não foi suficiente. Perpetuosamente curioso, ele percorreu o mundo explorando a América Central, a Ásia e o Pacífico Sul. Depois de se apaixonar pela América Central durante as suas viagens, Thomas mudou-se para Belize em maio de 2016 e juntou-se à MarAlliance em tempo integral em julho de 2017.


Foto: Pete Oxford

Dan Castellanos

Pescador e Coordenador de Pesquisa de campo, Belize

Dan Castellanos começou a pescar com o seu pai, um pescador tradicional de Belize, quando tinha 12 anos. Essa transferência da paixão e conhecimento de pai para filho levou ao interesse de Dan pelo ambiente marinho. Ele procurou um futuro na pesca comercial de pequena escala, ganhando eventualmente a posição de capitão.
Além dos seus muitos anos de trabalho como pescador, Dan decidiu prosseguir o trabalho como guia freelancer. Ele orienta pessoas de todo o mundo a áreas únicas de Belize e Guatemala, liderando entusiastas da pesca fly fishing para lagoas arenosas saudáveis e cheias de bons peixes (Albula vulpes).

Dan começou a trabalhar com a Dr. Graham em 1999 enquanto estudava tubarões-baleia e agregações de desova em Belize. Posteriormente, trabalhou com ela como parte do programa Wildlife Sharks and Rays da Wildlife Conservation Society durante sete anos, desempenhando um papel importante na pesca, marcação e capitalização. Em 2014, assumiu o papel de principal colaborador de pesquisas nas Investigações e Capitão para a MarAlliance.

Dan é fascinado com a pesquisa da megafuna marinha, o que lhe tem oferecido inúmeras oportunidades para viajar para outros  locais de pesquisa, conhecer uma variedade de outros pesquisadores e realizar pesquisas de ponta.



Foto: Pete Oxford

Evaristo Muschamp

Pescador e Colaborador de campo, Belize

Evaristo Muschamp passou toda a sua vida diretamente conectado ao mar. Ele tem 17 anos de experiência como pescador comercial.

Assim como muitos dos pescadores da equipa de MarAlliance, Evaristo faz uma vida de mergulho na apanha da lagosta e búzio em Belize. É muito apaixonado por esse trabalho, orgulhando-se de fazer parte de uma das indústrias mais antigas do país. Evaristo encontra no seu trabalho um meio de renda libertador e gratificante, garantindo-lhe acesso a locais bonitos, únicos e remotos.

Depois de muitos anos a ouvir falar do trabalho da Dra. Rachel Graham, Evaristo decidiu juntar-se a ela e ao seu esforço para estudar tubarões e raias locais. Ele começou a trabalhar nas pesquisa de tubarões em 2011, ajudando a apanhar e a marcar elasmobrânquios ao longo do Recife da Mesoamérica. Ele gosta de trabalhar com esses animais selvagens, enquanto vai aprendendo mais sobre os seus comportamentos e biologia através da pesquisa, tendo viajado para Guatemala, México e Honduras para trabalhar com grandes animais selvagens marinhos e treinar outros pescadores em métodos de monitorização de longo prazo.



Foto: Ivy Baremore

Kurt Godfrey “Mambo”

Pescador e Colaborador de campo, Belize



Foto: Pete Oxford

Nelson Ortega

Pescador e Colaborador de campo, Belize



Foto: Pete Oxford

Eduardo Ortega

Pescador e Colaborador de campo, Belize


Evan Cuevas

Pescador e Colaborador de pesquisas, Belize

Evan Cuevas tem sido pescador comercial desde há 10 anos, baseado em Monkey River Village, no distrito de Toledo em Belize.

Assim como muitos pescadores fazem, ele começou a pescar com o seu pai por peixe, lagosta e búzios quando tinha 14 anos. Evan passou a estudar turismo e negócios no ensino médio, no entanto a sua paixão pela pesca e vida marinha trouxe-o de volta ao mar, ganhando a vida a mergulhar por lagosta e concha.

Evan juntou-se à equipa de MarAlliance em 2016 como assistente de pesquisa sobre tubarões e raias. Ele participou da monitorização anual da megafauna marinha Turneffe Atoll e Lighthouse Reef Atoll, onde ajudou os nossos pesquisadores na captura e marcação de tubarões, ao executar pesquisas visuais subaquáticas e ao configurar e analisar vídeos subaquáticos remotos (BRUVs).

Evan está cada vez mais envolvido no programa de educação e sensibilização, ao representar a MarAlliance no TIDE Fish Fest em Punta Gorda, Belize. Evan está muito feliz em saber que está a contribuir para a conservação da megafauna marinha e espera um futuro emocionante equilibrando o seu amor pela pesca com a conservação marinha.


Cynthia Xiu

Estagiário de pesquisas, Belize

Cynthia cresceu na ilha de Ambergris Caye, Belize e foi lá que começou a sua paixão pelo meio ambiente. Vivendo a poucos metros do mar, ela aprendeu a nadar com quatro anos de idade.

Durante o seu tempo no ensino secundário, Cynthia voluntariou-se na Cruz Vermelha de Belize e tornou-se também membro da National Emergency Management Organization (NEMO). No seu último ano de ensino médio, ela estava constantemente a viajar para ajudar a sua comunidade, e foi durante esse tempo de voluntariado que Cynthia percebeu o quanto a sua paixão por ajudar tanto as pessoas como o meio ambiente cresceu. As suas experiências ajudaram-na a entender a relação entre as pessoas e o meio ambiente e o impacto que os seres humanos podem ter no mundo ao seu redor.

A partir de então, ela estava determinada a promover sua educação no campo da gestão de recursos naturais.

Cynthia recentemente obteve o seu grau de Associado em Biologia e Gestão de Recursos Naturais do Centro Escolar México Junior College em San Roman Village, Belize. Ela trabalhou na indústria do turismo em San Pedro por dois anos e juntou-se à MarAlliance em abril de 2017 como estagiária de pesquisa. Com a MarAlliance, ela espera ganhar o máximo de experiência em aspectos da gestão de recursos naturais para que possa candidatar-se na sua futura educação e carreira.



Foto: Pete Oxford

Norma and Delcia Forman

Inimitáveis Chefes de Campo, Belize


Dr. Kevin Rhodes

Coordenador, Micronésia e Pesca Costeira

Enquanto criança, crescendo a 60 milhas da costa no sudeste do Texas, Kevin Rhodes estava cercado por florestas decíduas, rios e lagos, mas todos os domingos à noite, ele mergulhava na vida marinha tropical através do programa de televisão “The Undersea World of Jacques Cousteau”. Esse fascínio levou-o a frequentar a Universidade do Texas em Austin, onde debruçou-se em psicologia, ecologia da extensão des espécies e peixes de água doce antes de dirigir-se a Moss Landing Marine Labs para trabalhar com peixes demersais do Mar Amarelo (China).

Ele recebeu o diploma em Biologia aquática em 1988, seguido de um mestrado em Ciências Marinhas (1995) da Universidade Estadual de Cal em Hayward e doutorado na Universidade de Hong Kong em 2002. A sua primeira chance real em ecologia de peixes de recife de corais começou com uma conexão através de um artigo (The) Nature Conservancy sobre o comércio de peixes vivos de recifes vivos do Sudeste Asiático, escrito pela Prof. Yvonne Sadovy de Micheson, que se tornaria seu futuro mentor. Este artigo também levou Kevin ao Triângulo de Corais e ambientes circundantes, onde ele se concentrou desde então.

Hoje, como o Coordenador das Pescas Costeiras da MarAlliance, Kevin compartilha os seus conhecimentos e experiências de modo a capacitar as comunidades locais de pescadores para controlar o seu futuro e os seus recursos.



Foto: Pete Oxford

Taylor Paul

Pescador e Colaborador de pesquisas, Micronésia


McKye Ioanis

Colaborador de pesquisas, Micronésia


Gaby Ochoa

Coordenadora, Honduras

Gabriela (Gaby) Ochoa graduou-se da Universidade Texas A&M, com um Bacharel em Biologia Marinha em 2012. Durante seu tempo na A&M, ela trabalhou no Laboratório de Invertebrados Marinhos, num estudo taxonómico e descrição de uma nova espécie de Amphinomid.

Ela voltou para Honduras em 2012 e voluntariou-se em várias ONGs. Em 2013, Gaby envolveu-se com o Programa de Pequenos Subsídios do GEF (SGP), como assistente de projeto técnico executou quatro projetos de desenvolvimento na costa do Pacífico de Honduras. Lá, ela trabalhou em estreita colaboração com pescadores e apanhadores de tartarugas para padronizar a coleta de dados de tartarugas-oliva (Lepidochelys olivacea). Mudou-se para a Ilha de Roatan em 2014 e começou um programa de monitorização de tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata).

Em 2015, Gaby ingressou na equipe da MarAlliance, como Coordenadora de Honduras e é agora responsável pela coordenação da monitorização dos pontos de referência la ongo prazo da megafauna marinha nas Ilhas da Costa Norte e da Baía em Honduras.


Ely Augustinus

Colaboradora de pesquisas, Honduras

Ely nasceu na costa do Pacífico de Honduras e foi lá onde ela viu o primeiro tubarão perto de um cais de pesca quando ela tinha 8 anos e foi amor à primeira vista.
Estudou Biologia na National Autonomous University of Honduras (UNAH), durante o seu tempo de estudante, tornou-se voluntária no Museu de História Natural, realizando um estudo sobre dentes de tubarão-martelo e o seu uso na taxonomia, idade e crescimento. Ela foi a primeira mulher a tornar-se um assistente de pesquisas no museu.

Em 2014, começou a ensinar Ictiologia na Universidade, com foco nos elasmobrânquios. Em 2015, ingressou no Instituto de Conservação e Silvicultura (ICF), onde foi responsável pela monitorização biológica.

Ela juntou-se à Equipa de MarAlliance como Estagiária de Pesquisas e a seguir ao estágio tornou-se Colaborador de Pesquisas. Ela está a trabalhar com a monitorização de elasmobrânquios a longo prazo, estudos de tubarões de profundidade, pesquisas de saw-fish e educação marinha em Honduras.


Exson Flores

Exson Alejandro Flores

Pescador e Colaborador de campo, Honduras

Exson nasceu na comunidade de Jutiapa, no departamento da Atlântida, na costa norte de Honduras. Aos cinco anos, ele e a sua família mudaram-se para a pequena comunidade de pescadores do East End em Cayos Cochinos, um pequeno arquipélago a poucos quilómetros da costa do Caribe. Exson começou a pescar aos sete anos com os seus amigos na comunidade, fazendo artes de pesca com o que eles encontravam.

Hoje, Exson é líder da comunidade em East End e é parte do conselho comunitário encarregado do bem-estar de seu povo. Exson tem uma grande experiência em trabalhar com biólogos marinhos e participou de vários estudos avaliando a conectividade do peixe-papagaio na região do Recife da Mesoamérica e a reprodução de pepinos de mar em Cayos Cochinos. Exson juntou-se à MarAlliance em 2015 e é responsável pela monitorização da Megafauna Marinha e durante este processo tem vindo a treinar outros pescadores artesanais da região. É um pai dedicado e muito apaixonado pela conconservação marinha e o bem-estar das comunidades costeiras, especialmente o seu amado East End.


Maria Coello Chandias

Estagiária de pesquisas, Hondurass

Maria José nasceu em Tegucigalpa. Em pequena, estava sempre ansiosa por estar em contato com a natureza e essa paixão levou-a a estudar biologia na National Autonomous University de Honduras.
Durante os seus estudos universitários, ela voluntariou-se na International Organization New Acropolis, onde foi responsável pela conscientização sobre o meio ambiente. Ela também voluntariou em vários projetos de tartarugas coletando dados sobre tartarugas nidificantes em Cayos Cochinos e ao longo da Costa do Pacífico. Maria juntou-se à equipe da MarAlliance como estagiária de pesquisa e está ansiosa em obter valiosas experiências analíticas e de campo no ramo da Biologia Marinha.



Foto: Pete Oxford

Megan Chevis, MSc

Coordenador, Panamá

Como filha de veterinário de animais marinhos, a paixão de Megan pela fauna marinha desenvolveu-se cedo. Ela esteve envolvida com pesquisa, resgate e reabilitação de tartarugas marinhas e cetáceos por 12 anos, incluindo o seguimento do furacão Katrina e o derramamento de óleo Deepwater Horizon.

Depois de se licenciar em Ciência Ambiental pela Universidade do Sul do Mississippi em 2012, Megan passou dois anos a viajar, além de ter sido guia de observação de baleias nas Pearl Islands of Panama e assistente de pesquisas com tartarugas marinhas da América Latina (LAST) no Península de Osa, Costa Rica.
O seu projeto de investigação para o mestrado com a Universidade de Exeter-Penryn, sob a orientação do Dr. Brendan Godley e Dr. Graham, focalizou-se na ecologia espacial das tartarugas-de-pente no Lighthouse Reef Atoll, em Belize, usando a telemetria acústica passiva.

Depois de receber o seu diploma, Megan voltou para o seu país de origem, Panamá, e agora trabalha como Coordenadora local da MarAlliance, liderando a monitorização da megafauna marinha no país, pescas costeiras e avaliações de saw-fish.


Roxane Borruat

Estudante de Mestrado, Panamá

Vindo de um país sem litoral, a Suíça, o amor de Roxane pelo oceano e particularmente dos elasmobrânquios não foram fáceis de seguir.
Com o intuit de mergulhar na ciência marinha, ela participou de um programa de intercâmbio para estudar biologia marinha na Universidade de Queensland (Austrália) ao completar seu Bacharel em Biologia com a Universidade de Lausanne (Suíça).

Da gama de experiências compiladas até à data, Roxane photo-tagged tubarões-baleia nas Filipinas com WWF e raias-manta no Peru com a ONG peruana “Planeta Océano”. Durante o seu tempo no Peru, ela também trabalhou com pescadores para realizar levantamentos de pesca e ecoturismo.

Em 2015, Roxane iniciou um Mestrado em Oceanografia na Universidade de Amsterdam (Holanda) e agora está a conduzir a sua tese. Atualmente está a realizar um projeto de pesquisa relacionado à pesca em pequena escala panamenha no Pacífico com a MarAlliance sob a supervisão e orientação do Dr. Graham e Coordenador do Panamá Megan Chevis.


Zeddy Seymour, MSc

Coordenador, Cabo Verde

Zeddy sempre foi apaixonado pela natureza e, em particular, pelos tubarões, no entanto, foi o interesse pelas tartarugas que primeiro o inspirou a prosseguir uma carreira na conservação marinha.

Inicialmente completou um Bacharel em Estudos Latino-Americanos da Universidade de Leeds, através do qual passou um ano no Brasil, tendo de seguida graduado com distinção no grau de Mestre em Conservação e Biodiversidade na Universidade de Exeter. Durante o mestrado ele completou uma tese sobre a monitorização independente da pesca de tubarões em Belize, onde ele estudou sob o apoio do Dra. Graham e Dr. Brendan Godley.

Tem experiência diversa em projetos marinhos e terrestres na América Latina e na África bem como experiência a nível comunitário. Foi coordenador de projetos da Sociedade Zoológica de Londres, apoiando projetos na Europa e Moçambique de 2012 a 2014.

Zeddy tem sido o coordenador da MarAlliance em Cabo Verde desde que o projeto começou em 2015. Ele conduz pesquisas linha de base e monitorização de longo prazo de elasmobrânquios, com foco também na educação comunitária. Visa entender melhor a ecologia dos elasmobrânquios, melhorar seu status e mudar percepções. Embora ainda tenha muito interesse nas tartarugas, ‘prefere’ estar mais envolvido no estudo de tubarão-tigre e raia-manta.


Zé Luís Monteiro

Pescador e Colaborador de campo, Cabo Verde

Zé Luís é originalmente de Praia Baixo, na Ilha de Santiago, embora tenha vivido na Boa Vista nos últimos 15 anos. Ele é o capitão de Stephanie e provavelmente o pescador mais feliz do Cabo Verde!
O seu peixe favorito é o atum. Ele navega no mar em torno de Boavista de forma inigualável e nunca é perturbado mesmo em condições adversas. Ele é fascinado pela gentileza do tubarão-baleia. É o pai orgulhoso de uma doce menina chamada Stefanie, a qual inspirou o nome do seu barco e é também grande fã do FC Porto!


Angelito Monteiro

Pescador e Colaborador de campo, Cabo Verde

Também de Praia Baixo, Angelito é o mais jovem dos dois irmãos. Muitas vezes o mais “sortudo” com uma linha na mão, ele também é o mergulhador da tripulação (e sendo o mais jovem, muitas vezes é o que mais sofre).
Apesar de ser muito alto, ainda assim é um homem muito calmo e composto. Os seus olhos afinados são capazes de detectar elasmobrânquios a grandes distâncias e profundidades. Ele é grande apreciador da abertura e tranquilidade do mar. Seu peixe favorito também é o atum, embora ele esteja intrigado com a raia-manta.


Cintia Lima

Estagiária de educação e sensibilização, Cabo Verde

Cintia cresceu nas ilhas de São Vicente e Sal, mas estabeleceu suas raízes na Boavista há 8 anos. Entusiasmada em ajudar as pessoas a fazerem escolhas positivas para o meio ambiente, Cintia é formada em educação social pela Universidade do Porto em Portugal e tem trabalhado em projetos sociais e ambientais na Boa Vista nos últimos 3 anos. Ela está particularmente interessada em mudar as percepções e inspirar os jovens sobre tubarões, raias e o meio marinho.
Ela traz uma paixão pela natureza e biodiversidade, educação e fotografia e está entusiasmada por poder combinar esses elementos enquanto trabalhamos para aumentar a conscientização e melhorar nosso relacionamento com o mar na sua amada Boavista.


Simon Gulak

Colaborador de pesquisas, EUA

Simon Gulak recebeu o seu Bacharelado em Oceanografia com Biologia Marinha da Universidade de Southampton, Inglaterra, em 2001. Ele passou a trabalhar como observador da pesca no Serviço Nacional de Pescas Marinhas (NMFS) do Laboratório da Cidade do Panamá e do Centro de Ciência das Pescas do Sudeste (SEFSC ) Miami Laboratory por cinco anos.

Em 2007, Simon juntou-se ao escritório de observação da pesca do laboratório da NMFS em Cidade do Panamá como coordenador-assistente e iniciou um mestrado em Zoologia na Universidade de Aberdeen, na Escócia. Ele completou o mestrado em 2012 com a tese intitulada “Filogenética e filogeografia do tubarão touro, Carcharhinus leucas (Valenciennes, 1839)”. Entretanto, foi promovido de coordenador-assistente de observação a coordenador de observação da pesca para dois programas de observação no SEFSC.

Simon é co-autor de cinco publicações revisadas por pares e é o autor principal em relação à mortalidade em duas espécies de tubarões-martelo. Como coordenador dos observadores, Simon treinou observadores na Libéria, Gabão, Oregon, Flórida e Texas. Esteve envolvido em várias avaliações da abundância de tubarões, fornecendo documentos de série de dados e também gestão de dados de marcação de satélite de elasmobrânquios.

Em 2015, Simon formou a empresa de consultoria, Sea Leucas LLC, com a qual ele espera apoiar a missão da MarAlliance na América Central.


Carlos Pi

Carlos Pi

Colaborador de Design e Comunicação

Carlos traz mais de vinte anos de experiência em Comunicação Estratégica, Design Gráfico e Design de Experiência do Usuário, incluindo comunicação científica e ambiental para a Estação de Pesquisa Charles Darwin e o Parque Nacional das Galápagos.

Você pode ver alguns de seus trabalhos em  www.carlospi.com.


Antigos e atuais alunos

Georgie Blow
Roxane Borruat
Francesco Garzon
Dr. Adrian Gleiss
Linnea Joandi
Kim Lees
Julie Lewis
James Lewis
Lois Moriel
Coihmne O’Brian Moran
Kate Philpott
Dr. Kylie Scales
Zeddy Seymour
Sophie Thompson


Voluntários

Perry Fennel
Maria Khoslova
Emma Janke
Thomas Meyer
Sam Owen
Cameron Rhodes
Amanda Resterer